top of page
  • Foto do escritorConsultora da Desordem

Dilemas do ter

Atualizado: 24 de jun. de 2022



Mesmo que se tenha um lado racional apurado, temos sempre os nossos dilemas.

A pergunta recorrente é esta: será que eu quero ou preciso disto?

O lado racional e o lado do desejo à conversa.

Nesta conversa, quando o lado do desejo fala mais alto, confrontamo-nos com um capricho ou mau hábito enraizado a querer levar a melhor.

Não importa o bom senso, interessa o que se vai ter porque se quer e pode.

E aqui nasce o dilema do ter e não ter.

Quando uma parte de nós diz já chega e a outra diz que não.

Isto acontece porque temos as nossas fraquezas ou carências, e tratamos de as compensar.

E não há nada de errado nisso, basta estar atento ao processo que se está a desenrolar.

Quando estamos em controlo é muito fácil distinguir o que se quer do que se precisa.

Quando o desejo comanda as nossas decisões, tantas vezes com avidez, é tempo de perguntar quais são os benefícios que se tira da situação ou coisa e definir o limite do bom senso.

Assim corre a vida. Escolhas permanentes. Umas conduzem ao bem-estar imediato outras são desafios, que nos põem à prova no sentido de sermos capazes de escolher o que é mesmo o melhor para nós.

E tu? Confrontas-te com estes dilemas?



Comments


bottom of page